Connect with us

Gastronomia

Torta de Banana com Canela e Merengue

Published

on

Torta de Banana com Merengue

Massa

3 xícaras  de trigo
2 xicaras de açúcar
3 colheres de manteiga ou margarina
1 xicara e meia de Leite
1 colher de (sopa) de Fermento Químico

Recheio

1 kg de Banana

1 Lata de Leite condensado

3 Limões (suco espremido)

Merengue

4 Claras de ovos

Modo de fazer:

Massa

Bata o açúcar com a manteiga, depois acrescente o trigo,  colocando o leite aos poucos até ficar uma massa homogênea e por último o fermento químico. Unte uma assadeira  com manteiga e trigo.

Coloque a massa para assar o forno de 210° graus.

Retire do forno pré assada e coloque as bananas cortadas  em rodelas e uns pincelar com  manteiga e polvilhar com canela em pó.
Leve ao forno novamente.

Recheio
Em uma vasilha coloque o leite condensado com suco de 1 limão  até encorpar.
Retire a torta do forno e coloque o leite condensado encorpado até cobri a torta.

Merengue

O que é merengue? Simplesmente clara de ovo e açúcar batidos juntos! Um merengue pode ficar mais ou menos firme consoante a quantidade de açúcar adicionada e é utilizado sobretudo para rechear, confeitar e decorar sobremesas.

Chefe Fábio Mattos - Foto: Acervo Pessoal

Chefe Fábio Mattos – Foto: Acervo Pessoal

Existem várias receitas de merengue que diferem na dificuldade do preparo. Aqui mostro para você como fazer merengue francês, que é considerado o mais fácil de fazer. O merengue francês é mais cremoso e ideal para usar como cobertura de torta de limão merengada, por exemplo.

Se você está querendo conhecer todas as dicas e truques para conseguir um merengue perfeito, não procure mais, esta receita de merengue caseiro passo a passo e prepare sem erro!

Como fazer Merengue caseiro:

Comece por bater as claras em neve com a ajuda da batedeira elétrica ou planetária, adicionando o açúcar refinado pouco a pouco.

Dica: Se as claras de ovo estiverem geladas será mais fácil bater.

Chefe Fábio Mattos - Foto: Acervo Pessoal

Chefe Fábio Mattos – Foto: Acervo Pessoal

Quando as claras estiverem em ponto neve, ou seja, bem firmes, adicione o açúcar de confeiteiro também pouco a pouco enquanto bate. Continue batendo até obter um creme bem consistente e brilhante que forma picos, como na fotografia.

Dica: Se as claras demorarem para ficar em neve, junte o suco de limão ou o sal para acelerar o processo.

Chefe Fábio Mattos - Foto: Acervo Pessoal

Chefe Fábio Mattos – Foto: Acervo Pessoal

Este merengue de claras não é indicado para fazer suspiros crocantes, ele fica com consistência cremosa e é o tipo de merengue usado na torta de limão e noutras tortas merengadas, como estou usando nesta Torta de Banana. Por isso, coloque o merengue num saco de confeiteiro e use para confeitar suas tortas doces. Leve ao forno a 200ºC até dourar. E polvilhar com Canela em pó (Opcional)

Chefe Fábio Mattos - Foto: Acervo Pessoal

Chefe Fábio Mattos – Foto: Acervo Pessoal

“Sou fã de Canela,  então exagerei um pouco , pois ela da um toque especial , pois Banana com Canela, é um casamento perfeito,  aliás melhor que muitos outros casamento (hahahaha, brincadeira).”

Chefe Fábio Mattos - Foto: Acervo Pessoal

Chefe Fábio Mattos – Foto: Acervo Pessoal

Gosto de servir ela quente,  acho mais saborosa,  porém servida fria não tira a sua gostosura .

Dica: Não levar a geladeira,  para que a banana não escurecer. 

Chefe Fábio Mattos - Foto: Acervo Pessoal

Chefe Fábio Mattos – Foto: Acervo Pessoal

A origem da torta e suas variações ao redor do mundo

Os registros mais populares sobre a origem da torta dizem que ela surgiu na Grécia Antiga, onde era feita como oferenda para a Deusa Artêmis: a divindade da natureza, das plantações, da caça e da fertilidade. As tortas doces lhe eram entregues como um agradecimento pelas boas colheitas ou pelo nascimento de uma criança. Os recheios eram frutas e cereais, e o formato redondo, uma referência à Lua.

A origem festiva explica por que esse alimento é tão comum em aniversários, comemorações e reuniões. É consumido no mundo inteiro e cada país tem a sua particularidade e receita mais típica.

No Brasil, a torta é cozida no forno, feita com massa a base de farinha. Pode ser aberta ou fechada, doce ou salgada. E os recheios são os mais diversos: carne, frango, palmito, chocolate, frutas e vai até onde a imaginação deixar.

Em Portugal, o que eles conhecem como torta é um bolo enrolado, que aqui é chamado de rocambole. Na França, a torta mais famosa é a Tarte Tatin, uma torta de frutas que é assada ao contrário, com o recheio por baixo e que só revela sua beleza quando desenformada. A torta de maçã é famosa nos EUA, fazendo parte dos pratos típicos do Dia de Ação de Graças.

As receitas são as mais diversas e estão se tornando cada vez mais populares, principalmente porque as pessoas estão buscando por praticidade e qualidade. Na Torteria, temos diversos sabores de tortas doces e salgadas, além de quiches, cheesecakes, cookies e bolos. Todas as nossas receitas foram pensadas para levar aos nossos clientes um pouco desse carinho e festividade que esse tipo de alimento carrega em sua história.

Bom  Apetite!

Chef Fábio Mattos 

I Palestras I Cursos I Personal Chef

(98) 9 8433-1397

@cheffabiomattosoficial

Santa Gula Arte e Gastronomia 

Eventos Sociais I Eventos Corporativos

(11) 9 3900-5354

@santagulaarteegastronomia

Continue Reading

Gastronomia

Receita da Vovó: Bolinho de Chuva

Published

on

Bolinho de chuva com leite em pó

ingredientes

modo de preparo

Reúna todos os ingredientes da massa;

Em uma tigela, coloque a farinha de trigo, o açúcar, o leite em pó, o sal, os ovos, o fermento e o leite. Misture bem até obter uma massa homogênea e consistente;

Molde bolinhas e leve para fritar em imersão no óleo limpo. Não deixe o óleo muito quente, para que os bolinhos não fiquem crus por dentro;

Após frito, acomode os bolinhos sobre papel toalha, para absorver o excesso de óleo;

Em uma tigela, faça uma mistura de canela, açúcar e leite em pó. Passe os bolinhos na mistura;

Esse bolinho fica uma delícia acompanhado de doce de leite uma bebida quentinha e você também pode servi-lo no café da tarde com um doce de leite ou uma geleia de sua preferência.

Você pode fritá-los com o auxílio de duas colheres, um para pegar a massa e outra para soltá-la no óleo.

E lembre-se de fritar no óleo quente, mas no fogo baixo, pata que os bolinhos não fiquem crus por dentro.

Aproveite e confira também a nossa tradicional receita de bolinho de chuva sequinho que tem gostinho de infância.

Agora é só servir. Bom apetite!

“Hoje acordei com saudade da minha  avó,  e resolvi compartilhar este Bolinho de chuva,  que era meu preferido , e toda vez que ia visitá-la, eu era recebido carinhosamente , com uma prosa , bolinho de chuva e um café preparado no coador.  Te amo Vó Maria!!!

O que inspira suas receitas hoje?

Minhas receitas hoje São inspiradas nas memórias afetivas das mulheres mais importantes da minha vida minja Avó Madalrna , Minha Avó Maria e minha Mãe,  Minha   Rainha Ismelita, mais conhecida como Lita  , que resolveram passear no céu juntas,  mas deixaram um legado , com boas lembranças e boas receitas.

Apoio e Parceria:

@santagulaarteegastronomia

Como contratar o Santa Gula para Eventos Corporativos ou Sociais?

Através do nosso @cheffabiomattosoficial 

 

Continue Reading

Gastronomia

Torta de Cupuaçu com Chocolate, Raspas de Chocolate Branco, Fios de Ovos e Cereja

Published

on

Ingredientes

  • 4 ovos
  • 200 g de manteiga sem sal
  • 1 e ½ xícara de chá de açúcar
  • 4 xícaras de chá de farinha de trigo
  • 1 e ½ xícara de chá de leite
  • 2 colheres de sopa de fermento em pó

Modo de Preparo

  1. Na batedeira, em velocidade alta, bata a manteiga e o açúcar até obter um creme claro.
  2. Acrescente os ovos, um a um, enquanto bate.
  3. Coloque a batedeira na velocidade baixa e acrescente a farinha e o leite, alternadamente e aos poucos.
  4. Desligue e batedeira e misture o fermento em pó com o auxílio de um fouet.
  5. Despeje a massa em uma forma untada e com papel manteiga ao fundo.
  6. Leve ao forno médio pré-aquecido até dourar.
  7. Retire do forno, espere esfriar e desenforme.
chef Fábio Mattos - Foto: Acervo Pessoal  

chef Fábio Mattos – Foto: Acervo Pessoal  

Recheio  de  Chocolate

Ingredientes:

395 gramas de leite condensado (1 lata)
200 gramas de creme de leite (1 caixinha)
3 colheres (sopa) de chocolate em pó
1 colher (sopa) de margarina

Modo de preparo:

Primeiramente, em uma panela, coloque todos os ingredientes, e misture bem.

Logo em seguida, ligue o fogo baixo, e mexa sempre.

Mexa até engrossar, o ponto é similar de um brigadeiro, quando formar bolhas grandes, é o ponto.

Por fim, coloque em uma vasilha e cubra com plástico filme, deixe o plástico entrar em contato com o recheio.

chef Fábio Mattos - Foto: Acervo Pessoal  

   chef Fábio Mattos – Foto: Acervo Pessoal  

Recheio de Cupuaçu 

Para a geleia:

  • 2 xícara(s) de polpa de cupuaçu
  • 2 xícara(s) de açúcar
  • 1 xícara(s) de água

Modo de Preparo:

Misture a polpa, a água e o açúcar. Leve ao fogo médio por aproximadamente 20 minutos ou até dar uma caramelizada no cupuaçu. Deixe esfriar e adicione na massa do bolo. Deixe a metade para jogar em cima do bolo ainda morno.

chef Fábio Mattos - Foto: Acervo Pessoal  

chef Fábio Mattos – Foto: Acervo Pessoal  

Decoração  da Torta:

Decorar com Granulado de Chocolate na lateral da Torta,  e na Superior cobrir com Raspas de Chocolate Branco, Fios de Ovos e Cereja.

chef Fábio Mattos - Foto: Acervo Pessoal  

chef Fábio Mattos – Foto: Acervo Pessoal  

@cheffabiomattosoficial 

Consultoria On-line e Presencial 

@santagulaarteegastronomia 

Eventos Sociais e Corporativos 

Continue Reading

Gastronomia

SONHO DE PADARIA e SUA ORIGEM: “Sobremesa preferida do Chef”

Published

on

SONHO DE PADARIA 

Ingredientes (35 porções)

Massa

500 g de farinha de trigo
2 gemas
2 colheres de chá de açúcar
2 pacotinhos de fermento para pão (30 g)
3 colheres de sopa de óleo
1 pitada de sal
1 xícara e 1/2 de água
Óleo para fritar

Recheio

1/2 copo de açúcar
1/4 copo de amido de milho
1/4 colher de chá de sal
2 gemas
3/4 copo de água fria
1/3 copo de suco de limão
2 colheres de sopa margarina

Modo de preparo

Modo de preparo : 1h 5min

Massa:
1 Dissolver o fermento na água e deixar descansar por 15 minutos.

2 Em uma vasilha grande misturar todos os ingredientes e amassar até obter uma massa bem macia.

3 Cobrir e deixar crescer por 2 horas em lugar resguardado.

4 Amassar um pouco para retirar o ar.

5 Abrir com o rolo de macarrão em superfície enfarinhada, numa altura de 2 cm.

6 Cortar em círculo com um copo.

7 Deixar crescer, mas 30 minutos cobertos com um pano.

8 Colocar bastante óleo numa panela; esquentar bem e fritar os sonhos até ficarem dourados dos dois lados.

9 Recheio:
Misture o açúcar, a maizena e o sal numa panela.

10 Bata as gemas e a água com batedor manual.

11 Leve ao fogo médio até ferver, mexendo constantemente com uma colher de pau.

12 Deixe ferver por um minuto até engrossar e borbulhar.

13 Retire do fogo e misture com o suco de limão e a margarina.

14 Despeje em uma tigela de vidro e cubra com filme plástico.

15 Deixe esfriar completamente.

16 Recheie os sonhos.

Informações adicionais

Obs: você pode fazer um outro creme para rechear usando:

1/2 xícara de açúcar

2 gemas

3 xícaras de leite

1/2 xícara de amido de milho

1 colher (chá) de essência de baunilha

Junte os outros ingredientes, misture e leve para rechear os sonhos. Finalize com o açúcar de confeiteiro!

Porque sonho de padaria tem esse nome?

Tradicionalmente, o Berliner era feito com frutas vermelhas. Já por aqui, ele ganhou o recheio de creme de baunilha e polvilhado com açúcar por cima. Considerada uma combinação perfeita, como resultado, carinhosamente deram o nome de sonho para a versão brasileira. 
E, chegando ao Brasil a origem do sonho no Brasil, como é conhecido hoje, foi no início do século XX, em São Paulo. Ele chegou depois do pão doce, na década de 1920.
Os padeiros aproveitavam as sobras das massas dos pães para fazer o doce. Os bolinhos ganharam a forma redondinha e eram fritos e recheavam com recheio de creme.
Chef Fábio Mattos @cheffabiomattosoficial
CONSULTORIAS I CURSOS I PERSONAL CHEF
CONTATO : (98) 9 8433-1397

Continue Reading

Bombou na semana